Acontece16 1362 visitantes

1.362 VISITANTES

Este número é relativo, os medidores do Uol Host e do Google Analytics contam até entradas de zero segundo de duração (aham), da Sérvia, Cazaquistão, Uzbequistão, Letônia… Mas, comemoro: foram 1.362 pessoas responsáveis por 2.330 visitas, até ontem.

Paraná e São Paulo lideram o ranking, mas há visitantes de inúmeros estados. Depois do Brasil, a maior presença vem dos Estados Unidos. Visitas de poucos segundos a longos minutos.

Não há identificação de nomes, endereços de web, sexo ou faixa etária, ou seja, privacidade garantida (exceto em caso de comentários), o que acho bacana. E continuo achando bacana, tanto quanto no primeiro mês, este novo espaço de experimentações.

Ok, Bonnie Tsang, pra ficar só nela, tem mais de 8 milhões de seguidores no Pinterest, fora os blogs que assina, imagine o número de visitas dela. Mas, como diria a raposa sem alcançar as uvas lá em cima: nem me importa rs…

Falando sério, o que me importa, no momento, é que meu ateliê não parece mais tão solitário. Gosto também dessa sensação de compartilhamento, já que, até outro dia, quando perguntavam o que eu andava fazendo, apenas respondia: na minha caverna, trabalhando…

Se você é habitué do Facebook, Twitter, Pinterest, Instagram e afins, pode me achar meio fora da curva: é exatamente como ainda me sinto!

Em setembro de 2009, minha sobrinha Sofia, de São Paulo, colocou-me no Facebook, com algumas postagens, pra que eu prosseguisse dali. Em 2011, levei bronca dela, pelo meu marasmo; ela atualizou meu perfil, postou fotos e me convenceu a prosseguir dali (de novo).

Descaso? Juro que não. Inadequação, talvez. Pra você ter uma idéia, recebi duas cutucadas no Facebook e não soube o que fazer com elas, quase perdi dois amigos rs… Aquela janelinha lateral informando sobre as últimas postagens, só a descobri há pouco tempo.

Ficar só na caverna trabalhando não é de todo bom…

Então, estou num estágio anterior ao dos que estão bravos por ver suas fotos familiares extrapolarem a roda de amigos, dos que se queixam de que seus amigos no Face não os cumprimentam pessoalmente ou dos que estão incomodados com posturas sectárias de uns e outros… Ainda estou Poliana agradecida por ter notícias de amigos antigos e estar ganhando novos.

Continuo na caverna do ateliê, aqui é meu lugar. Mas, que bom, mesmo daqui, através do blog, me sinto um pouco na roda da conversa da rede. Quer dizer, ainda não via Instagram, Sofia me instruiu, mas… Sofia, cadê você?

1.362 VISITORS

This number is relative, the meters of Uol Host and of Google Analytics count include zero second duration entries (yeah), from Serbia, Kazakhstan, Uzbekistan, Latvia… But I celebrate: 1.362 people were responsible for 2.330 visits, until yesterday.

Paraná and São Paulo lead the ranking, but there are visitors from numerous states. After Brazil, the largest presence comes from United States. Visits of a few seconds until several minutes.

No identifying names, web adresses, gender or age, privacy guaranteed (except in comments), which I find cool. And I still find cool as much as in the first month, this new space of experiments.

Ok, Bonnie Tsang, to say only about her, has over 8 million followers only on Pinterest, imagine the number of its visits. But, as the would say the fox couldn’t reach the grapes up there: no matter to me (lol)…

Seriously, what matters to me at the moment, is that my studio isn’t look liking so lonely. I also like this share feeling, provided that, until the other day when someone asked what I was doing, I only replied: in my cave, working…

If you’re habitué of Facebook, Twitter, Pinterest, Instagram and the like, can find me a little out of the curve: this is exactly how I still feel myself!

In September 2009, my niece Sofia, from São Paulo, put me in Facebook, with some posts, for me to continue from there. In 2011, I was scolded by my doldrums; she updated my profile, posted pics and convinced me to continue from there (again).

Neglect? I swear it not. Inadequacy, maybe. To give you an idea, I got two pokes on Facebook and I didn’t know what to do with them, almost lost two friends (lol)… That little side window informing the latest posts, I only discovered recently.

Being alone working in the cave isn’t all good…

So I’m at a prior stage to those who are ungry to see their family pics extrapolating the circle of friends, who complain that their friends in the Face not greet them personally or who are uncomfortable with sectarian attitudes of each other… I’m still a gratefull Pollyana, to know from old friends and even making new ones.

I still am  in the cave of atelier, here is my place. But, what nice, even here, throught the blog, I feel myself a bit on the circle of conversation. I mean, not even by Instagram, Sofia instructed me, but… Sofia, where are you?

Deixar uma Resposta

9 comentários

  1. Obrigada, Rê, eu tenho um enorme carinho e admiração pela pessoa que você é! Um beijo enorme!

  2. Rê, por falta de um tenho três, e daqui a pouco mais um para conversar sobre minhas receitas e pães. Aguarde! Eu finalizei o Diário de Antonio (blog que publiquei na Gazeta) e agora tenho que arrumar um tempo para organizá-lo para levá-lo à impressão. Um projeto para o próximo ano. O outro é o Sal de Açúcar e estou numa fase de pequenos pensamentos, versos curtos, textos menores. Mas já sinto a vontade de mais. Penso que são “fases hiato” onde a cabeça pede um tempo para se reorganizar. O terceiro blog é o Diário para arquivo pessoal. Este, em um ano de publicação, o número de acessos até agora chega perto de 30.000. E houve um equilíbrio de uns tempos para cá entre os leitores de outros países com os daqui. Como ele é um livro virtual os números crescem todos os dias. Para mim é super legal e você já tem um número muito expressivo para o seu começo. Você tem muito para passar, acho maravilhoso dividir tantas coisas boas com a gente. Da arte, das letras, da vida! Isto nos faz um bem danado! Muito mais do que imagina! Um beijo enorme com muita saudade!

    • Paula Bambino

      Celi, q competência!!!!!! Parabéns! Qto aos seus pães, fico no Face todo dia com água na boca vendo a imagem deles saindo do forno rs…

  3. Rê, tinha a mesma sensação quando escrevi o Diário de Antonio. Foram mais de 70 posts/capítulos que escrevi durante 1 ano. Encontrar reciprocidade naquilo que escrevemos gera uma gostosa cumplicidade que nos mantém com as idéias nas nuvens e os dedos firmes no teclado virtual, analógico, digital…É assim…Mesmo nos mantendo protegidas em nossas cavernas. Seu blog está uma delícia de ler, ver, e eu, se bobear, consigo até te ouvir…Beijos

    • Paula Bambino

      Celi, é compromisso junto com descontração, liberdade com sinceridade, escrever fiel só ao que se sente: tô achando bem bom! rs E seu blog?, me conte.

  4. Rê, parabéns pelos 2 meses de um blog lindo, informativo, gostoso de acompanhar. O melhor dos mundos é realmente ter amigos antigos e novos por perto. A gente sabendo deles. Eles sabendo da gente. E aí vai virando um mundão… invadindo cavernas e compartilhando carinhos. Seu blog diário de artista tem me ajudado e a amigos meus a nos tornar mais íntimos, menos tímidos, da arte e da cultura da arte. Continue firme, forte e talentosa. Amo vc. bjs

    • Paula Bambino

      Li, obrigada por ser minha irmã, tão generosa e tão ao meu lado!Obrigada pelo apoio e pelas lindas palavras do coração! com amor, re