Arte13 Mais baixo

MAIS BAIXO

Hoje, um exemplo, que achei muito legal, de como quebrar a regrinha de que o meio do quadro deve estar  a 1,60m de altura, na linha do olhar.

Aqui, a preocupação natural parece ter sido com a tv, que precisava ficar na altura adequada em relação ao sofá em frente.

Meu quadro foi posicionado coincidindo seu centro com o meio da tv. Assim, ambos compõem uma linha imaginária graciosa em “L”, que parece conduzir de imediato o olhar até a obra de arte.

São dois volumes de bom tamanho e salientes das paredes. Se estivessem em alturas diferentes um do outro, “brigariam” entre si, causariam desconforto ao olhar e a sensação de algo fora do lugar mesmo nesta sala tão charmosa.

Foto: Plaenge (minha obra: Allure Royale, 50cm x 150cm, pintura em tela com moldura, vendida, coleção particular)

Deixar uma Resposta

2 comentários

  1. Pura verdade, Rê…Vi seu quadro primeiro! E aprendi a incomodar o olhar para simetrias, linhas e réguas! Beijos!!