Não só o povo da moda, eu tbem sempre aguardo a nova coleção da Prada, especialmente por causa da cabeça criativa de Miuccia Prada, a phd em ciências políticas e ex-militante do partido comunista italiano q herdou a marca do avô, artesão q desde1913, fazia chapéus e, depois, agasalhos impermeáveis e barracas para os soldados em guerra. E este novo vídeo comprova: mostrar roupas, sapatos e bolsas não precisa ser necessariamente chato, como costumo achar.

Dê uma espiada, veja se vc concorda. A fotografia é do genial Steven Meisel, direção de Ujin Lin, com música da dupla americana de rappers do Run The Jewels. O conceito parece ser o de uma vitrine animada, com referências a situações do dia a dia, gostei. E, claro, deixa evidentes algumas apostas de Miuccia: cortes de alfaiataria e calças secas e mais curtas, toques refrescantes junto a cores sérias como marinho, cinza, vinho e camelo, bolsas q destacam o necessaire contrastante, e o toque retrô de q ela tanto gosta, agora nos sapatos, nos paletós com releitura militar, nos vestidos da linha império.

Enqto a maioria dos estilistas aposta as fichas nos tecidos de estampas florais, ela brinca com a ideia ao propor a flor como broche ou acessório de cabelo. Tvz um toque de ironia desta lançadora de tendências desde q criou, em 1985, a primeira bolsa feminina de nylon, levíssima, e o mundo inteiro copiou. Uma frase dela a resume bem: “Qto mais sexy vc se faz mostrar, menos sexo vc terá”. Será?! rsss

Deixar uma Resposta