Arte21 Releitura

RELEITURA

Estou sentindo vontade (e gostando muito) de desenhar. E esses desenhos tem vindo em cores fortes. Fortíssimas. Dizem que é bom tomar cuidado com a cor, e eu sei disso. Mas, elas estão vindo escancaradas, mesmo assim. Então, deixo-as virem. Até quando, não sei.

Com o tempo, fazendo arte, aprendi a respeitar esses tempos interiores, que não são os do relógio, mas são bem reais…

Ontem, revisitei uma obra minha antiga (na verdade, um díptico em pintura sobre tela, abaixo), quero dizer, a imagem dela, no meu acervo virtual (a tela foi vendida, há muito tempo, pela Galeria Fraletti, de Curitiba). Aí, me deu uma vontade de saber como seria se eu a refizesse agora, numa releitura em desenho. Saiu essa versão aí em cima rs.

Arte21a Releitura

REREADING

I’m feeling wish (and enjoying it) to draw. And these drawings has been in strong colors. Very strong. It’s said it’s good to take care with the color, and I know it. But, they’re coming gaping anyway. So, let them come. Even when I don’t know.

Over time, doing art, I learned to respect these interiors times, which aren’t the, but are very real …

Yesterday, I revisited an old artwork of mine (in fact, a diptych painting on canvas, below), I mean, its image in my virtual collection (this artwork was sold long ago, at the Fraletti  Gallery, from Curitiba). Then gave me a desire to know how it would be if I redo now in rereading a drawing. This version went up there lol.

Deixar uma Resposta

1 comentário

  1. adorei a releitura. e as cortes fortes me causam uma sensação deliciosa. de força e frescor. deixe mesmo fluir…